26 de janeiro de 2010

Robôs


Quando era moleque sempre quis ter um robô de brinquedo. Sonhava com um robô como o da Família Robinson, da série Perdidos no Espaço. Queria um brinquedo que pudesse dar corda e se movesse com aquele meneio típico dos homens de lata. Jamais tive. Afinal era o filho do meio de uma família com quatro crianças. Quem nasceu em família grande de classe média sabe que os brinquedos e roupas passam do irmão maior para o menor. Assim, com exceção dos aniversários,onde se ganham presentes diferentes, todos os demais brinquedos são coletivos.

Acabo de ver na internet, no blog Update or Die!, um orfanato de robôs. Os brinquedos são criados pelo artista plástico Brian Marshall - Wilmington, DE. Ele cria os robôs com produtos que encontra pela rua.

Os robôs são vendidos no site Etsy, com custo que varia de 150 a 200 dólares. Quem quiser saber mais de um produto da linha Adopt-a-Bot, pode ver outros modelos neste link.

Um comentário:

Daiana disse...

Eu, em compensação, sempre tive medo de robôs... rs

Postar um comentário